Buscar
  • Grupo Salineira

Uso excessivo do celular: é preciso equilibrar

A tecnologia nunca evoluiu tão rapidamente em todo o mundo como na última década. E os avanços transformaram o comportamento da sociedade, inseriram novos hábitos e facilitaram a maneira como nos comunicamos e nos relacionamos.


Os celulares e os computadores são tão presentes em nossas vidas, que parece que sempre fizeram parte. Na verdade, sempre fizeram parte completamente da vida dos jovens com menos de 15 anos, já que o primeiro iphone, por exemplo, surgiu há “apenas” 13 anos.


No início, para acessar os dispositivos móveis, era comum utilizarmos os manuais de instrução para entendermos como funcionavam; hoje, essas tecnologias se tornaram, praticamente, uma extensão das nossas mãos ou, até mesmo, da nossa vida. E, quando usadas de maneira excessiva ou errada, causam consequências físicas, mentais e/ou comportamentais, e que ainda são estudadas por especialistas.

Ação Salineira

Para conscientizar os funcionários sobre a importância do uso correto do celular, o Grupo Salineira realizou uma ação, que contou com a distribuição de mensagens nos monitores de todos os computadores da empresa. Além disso, pequenos grupos de colaboradores assistiram, nos auditórios da empresa, em Cabo Frio e Araruama, ao documentário “O Dilema das Redes”, disponível na Netflix. O objetivo foi mostrar os riscos viciantes que os usuários da internet estão expostos, um dos principais temas do filme.


A ação foi realizada seguindo todas as normas de distanciamento social, orientadas pela Organização Mundial de Saúde.


Consequências do excesso

As principais consequências do uso excessivo dos dispositivos móveis, em especial os celulares, são físicas. De acordo com Ana Paula Varella, Fisioterapeuta do Grupo Salineira, “as doenças ortopédicas relacionadas à má postura dos usuários ocorrem devido à projeção do pescoço para frente e para baixo, além do movimento repetitivo dos dedos. Tudo isso traz consequências na nossa saúde, tanto física como emocional, tendo como exemplo o surgimento de dores de cabeça frequentes; ansiedade; contratura da musculatura dos membros superiores, dores nos ombros, nos braços e pescoço; e tendinites em regiões do antebraço e das mãos, principalmente nos dedos”.


“É preciso encontrar o equilíbrio para que possamos usufruir dos benefícios da tecnologia, minimizando os prejuízos. É recomendável controlar o uso do celular para somente o essencial, durante breves momentos do dia, diminuindo assim problemas oculares e ortopédicos”, finaliza Ana Paula Varella.




63 visualizações

Sala de Imprensa

Expresso da Qualidade

 

Notícias

Av. Central, 81 - Jardim Excelsior, Cabo Frio RJ, 28915-160

(22) 2647-8200