top of page
Buscar
  • Foto do escritorGrupo Salineira

Alternativas que viabilizem o barateamento das tarifas são necessárias na Região dos Lagos


A sustentabilidade econômico-financeira das concessões do transporte coletivo de passageiros é um desafio permanente além da tarifa cobrada aos clientes. As empresas operadoras do serviço na Região dos Lagos, assim como todas as empresas de ônibus do Estado, são acompanhadas pelos poderes concedentes não somente no âmbito fiscalizador, mas também no âmbito da manutenção do serviço dentro dos padrões acordados nos processos da concessão pública. Para isso, são considerados de forma rigorosa, fatores que intervêm nos custos fixos e variáreis para operacionalizar os serviços. De acordo com dados divulgados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o óleo diesel, combustível responsável por manter a circulação de bens, serviços e pessoas no Brasil, quase dobrou de preço nos últimos anos, o que eleva ainda mais a preocupação com a modalidade de serviço por ônibus urbano no país.

De forma responsável e com o objetivo de entregar um serviço de qualidade, eficiente e inovador, o grupo Salineira não mede esforços nos investimentos constantes em tecnologia, conforto, atualização dos processos e renovação de frota. Entretanto, isso se torna possível apenas com o equilíbrio econômico-financeiro dos contratos firmados com o poder público. Como exemplo disto, para permanecer com uma frota considerada como uma das mais novas no Estado do Rio de Janeiro, tendo uma idade média de 2,5 anos, o grupo Salineira desembolsa por unidade adquirida, cerca de 850 mil reais, o que representou um investimento efetivo de quase 35 milhões de reais entre os anos de 2023 e 2024.

Os governos estaduais e municipais são responsáveis por conceder a iniciativa privada, o serviço de transporte coletivo, prezando pelo direito constitucional da população de ir e vir, mas isso só é viável através de uma tarifa acessível. A Salineira externa sua preocupação com os sucessivos aumentos nos preços dos insumos como óleo diesel, peças, carrocerias e chassis, o que reajusta a tarifa das linhas intermunicipais, a partir da meia noite desta terça-feira (09) para o valor de R$ 7,05. O reajuste determinado pelo DETRO/RJ através da Portaria DETRO/PRES. Nº 1.814, de 04 de julho de 2024, publicada no Diário Oficial do dia 08 de julho de 2024, ocorre para corrigir uma inconsistência no cálculo tarifário do último valor praticado desde o mês de fevereiro de 2024 e assim, garantir a manutenção do serviço essencial para a população. O grupo Salineira está ao lado da população e das entidades governamentais na busca de alternativas que viabilizem o barateamento das tarifas sem comprometer a qualidade dos serviços prestados e a saúde financeira das concessões.


2.204 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page